quarta-feira, 18 de maio de 2011

Dia Mundial da Internet

No dia 19 de Janeiro de 2006 a ONU (Organização das Nações Unidas) estabeleceu que no dia 17 de Maio seria comemorado o dia mundial da internet. Realmente a internet merece um dia só seu, pois ela está em nossa vida durante todo o ano, e tem alterado a maneira de nos relacionarmos com as pessoas a nossa volta, e até mesmo com as mais distantes possível.
É claro que em países como o Brasil ela ainda não é utilizada pela grande maioria da população (pesquisa do Comitê Gestor da Internet no Brasil, em Maio de 2007, mostra que mais de 60% da população nunca utilizou a internet, claro que esse número já caiu, mas é a última pesquisa oficial do órgão), mas a tendência natural é que com a popularização da informática e o baixo preço dos computadores, essa situação venha a ser superada em poucos anos. As escolas e empresas também colaboram para que esse número de pessoas “desconectadas” diminua gradativamente.
A humanidade tomou outro rumo após o surgimento dos computadores, um salto em desenvolvimento tecnológico e perspectivas de avanço em todas as ciências conhecidas, mas com o surgimento da internet como a conhecemos hoje, a humanidade está tendo que rever seus conceitos, suas certezas e conhecimentos. Primeiro chamamos essa nova era de “Era da Informação”, e agora, principalmente após ler o livro Wikinomics, creio que, graças a internet, estamos realmente entrando na “Era da Colaboração”, pois é isso que a internet nos propicia de mais valioso, a ferramenta ideal para propagarmos nosso conhecimento, colaborarmos uns com os outros e nos fazermos úteis a humanidade.

WEBQUEST

 Você sabe o que é uma WEBQUEST?






A WebQuest é uma atividade didática para os ensinos Fundamental, Médio e Superior para incluir nas aulas a Internet, em especial a busca de informação na Rede. Pode desenvolver o pensamento reflexivo e crítico dos alunos, como também estimular a sua criatividade.
O principal objetivo da WebQuest é desenvolver a pesquisa dos alunos em sites da Internet com critérios e perguntas especificadas pelos professores. A busca pode ser realizada em grupos ou individualmente, conforme o tempo disponível, o tema curricular abordado e a idade dos alunos.  Contudo, é importante ressaltar que apresenta melhores resultados se realizada em grupos.
Pelas WebQuests, propõem-se aos alunos a resolução de um determinado problema e, ao finalizar a tarefa, eles expõem de algum modo suas conclusões. Os estudantes simulam um papel, por exemplo, ser jornalista para investigar a crise energética que afeta uma região.

Como surgiu 
A metodologia de trabalho denominada WebQuest foi proposta pelo professor Bernie Dodge, da San Diego State University (EUA), em 1995.
Desse modo, as WebQuests utilizam problemas ou situações do mundo real e tarefas autênticas para despertar o interesse dos alunos. Sua base teórica é construtivista, o que permite aos alunos transformar a informação e compreendê-la. Suas estratégias de aprendizagem colaborativa ajudam os estudantes a desenvolver habilidades e a contribuir com o produto final do grupo, que pode ser uma produção escrita, oral ou eletrônica, uma obra teatral, um jornal escolar e um material de divulgação, entre outros. Podemos distinguir seis elementos em uma Webquest:
Introdução: apresenta as informações básicas aos alunos, orientando-os sobre o que vão encontrar na atividade proposta. Além disso, tem como objetivo despertar o interesse deles para realizar o trabalho, isto é, motivá-los para começar.
Tarefa: descreve o que os alunos deverão elaborar ao finalizar o trabalho. Os projetos podem ser uma página Web, uma apresentação em PowerPoint ou uma exposição oral do tema trabalhado (de acordo com o que o professor planejou).
Processo: especifica os passos que os alunos devem fazer para concretização da tarefa, incluindo orientações sobre como subdividir as tarefas, detalhes dos papéis que podem assumir cada um dos alunos e estratégias de trabalho.
Recursos: disponibiliza aos alunos uma lista de sites Web a serem consultados para a realização do trabalho. Previamente, o professor tem que verificar se esses sites são confiáveis e estão atualizados de acordo com o tema em questão. Essa seleção de sites facilita a navegação pela rede e evita desvios do tema central. Podem ser incluídos outros recursos que não sejam da Internet.
Avaliação: nessa parte, são explicados os critérios que serão utilizados na avaliação do trabalho.

Conclusão: corresponde à finalização da atividade. Apresenta um resumo que leva à reflexão da atividade para reconhecer o que foi aprendido.
Orientações para construção de uma WebQuest  
A proposta de trabalho de uma WebQuest implica certas considerações por parte dos professores para a sua construção:
Tempo 
- Qual é o tempo que podemos dedicar para atividade?
- Quanto tempo estimamos para cada etapa da atividade?

Recursos  - Dispomos de computadores necessários na escola?
- Possuímos conexão com Internet?
- Os alunos possuem computadores em suas casas?

Participantes
- Qual a idade dos alunos? Quantos são? 

Organização
- É mais proveitoso que o trabalho seja realizado individualmente ou em grupo?
- Qual será o número de integrantes de cada grupo?

Temática
- Que tema do currículo queremos ensinar?
- Trabalhamos só com conteúdos de nossa disciplina ou realizaremos um trabalho interdisciplinar?

Atividade
- Construíremos essa atividade para:
dar início a um novo tema, avaliar o progresso dos estudantes na aprendizagem de um tema já apresentado ou articular uma seqüência de conteúdos que trabalhamos?

Informação- Na seleção do material para os alunos trabalharem, levamos em conta os critérios de validação de informação da Web?

ExposiçãoDe que maneira queremos que, na finalização da atividade, os estudantes apresentem seus aprendizados?
Existem várias WebQuest já construídas na Web, e você também pode construir a sua. Confira algumas sugestões de sites sobre WebQuest:
Webquest Aprendendo na Internethttp://www.webquest.futuro.usp.br

Senac Webquest
http://webquest.sp.senac.br

Uma webquest sobre webquesthttp://www.vivenciapedagogica.com.br/webquest/equipe

Wikipédia – Webquest
http://pt.wikipedia.org/wiki/webquest

PHP Webquest - ferramenta para criar WebQuesthttp://www.livre.escolabr.com/ferramentas/wq/index.php

Instant WebQuest - site para criar e hospedar WebQuest (em inglês)
http://www.instantprojects.org/webquest/main.php

As melhores webquests (em inglês)
http://bestwebquests.com/

Este texto foi retirado do site EducaRede, é uma tradução do original publicado no Portal Educared Argentina, na seção Aulas Interactiva.

_________________________________________________________________________

  • Aqui você encontra atividades por série e disciplina:  phpwebquest

__________________________________________________________________________

GEOMETRIA

Muitos alunos não têm atingido os níveis mentais superiores de dedução e rigor, e muitos apresentam pouca compreensão dos objetos geométricos, confundindo propriedades do desenho com propriedades do objeto: definições, axiomas, propriedades e teoremas que são conceitos confusos, sem hierarquização e dificilmente estes alunos conseguem estruturar uma demonstração. Então se faz necessário que o porfessor reveja sua prática. E fazer uso da tecnologia é uma excelente estratégia.

E como sabemos que são enormes as difiuldades que alunos e professores tem para usar a tecnologia na Matemática (mais por falta de conhecimento), faremos uma apresentação de alguns recursos usados na representação da GEOMETRIA.

O recurso mais usado é o GEOGEBRA. É um programa capaz de realizar cálculos de algebra, fazer desenhos...

    Carta de um Matemático

    Quadrante, 10 de 8tubro de 2008

    Querida Com6São,


    Elementos irracionais traçam planos para que eu saia pela tangente. Fiquei quociente quando analisei a questão. Considerei a hipótese que eu seja quadrado, mais não passei do limite. Pertenço ao um ciclo e não tenho razão para ser produto do meio. É natural fazer parte do x-tema e não sou radical em ver a coisa por outro ângulo. Às vezes ando em linha reta para cortar as curvas e nem por isto sou um produto notável. È falsa a afirmação que eu seja determinante sendo eu como seno vivo circulando de quadrante em quadrante e qualquer elemento não vazio pode ver meu sinal. Ontem, ao sair de ¼ fui taxado de descriminante sendo obrigado fazer uma mudança de base. Naquele intervalo acreditei ter o domínio e na mesma seqüência, observei um cateto, cuja imagem não parecia real. O tal cateto formava um ângulo e na medida em que eu dizia decimais, ele em seu ponto afirmava que era oposta a uma criatura cujo nome era Hipotenusa. Permutei algumas coisas fiz certos arranjos e senti quer mudei de expressão. Querida: juro 100% que se não tivesse potencia tinha mesmo saindo pela tangente ou quem sabe reduzido a uma simples fração ordinária. Con6são: em minha contagem tais elementos devem possuir um fator comum e necessito colocá-lo em evidência. Devo alinhar os pontos seguindo determinada proporção para não ser chamado de elemento neutro. Ah! Ia esquecendo: esses elementos dos quais te falei são Reais e por esta razão prefiro levá-lo em conta. Aceite os comprimentos integral e diferencial deste que muito te ama.

    Cosseno de “X”




    sexta-feira, 13 de maio de 2011

    Rede Social

    Rede Social

    Você sabe o que é rede social?
    Já ouviu falar sobre rede social?
    Você já usou uma rede social?

    Você pode responder que NÃO, mas pode fazer parte deste "mundo" ,  você pode ser usuário de uma ou mais rede social e não saber. Hoje milhares de pessoa são usuários da internet e a usam para "construir amizades" por meio delas.

    Mas o que é mesmo rede social? Redes sociais na Internet são as páginas da web que facilitam a interação entre os membros em diversos locais. Elas existem para proporcionar meios diferentes e interessantes de interação.
    video

    No Brasil a mais usada é o Orkut, mas existem várias outras como: face book, twiter, second life...